© 2017 RANGEL INVEST, SA.
Todos os direitos reservados.
Grupo Rangel.
ligue (+351) 808 300 500


História do Grupo

Home  > A Rangel > História do Grupo

2012
Apostando fortemente nos mercados africanos, o ano de 2012, ficou marcado pelo acordo de parceria entre o Grupo Rangel e o Grupo Multiparques, para a exploração de um Centro de Operações Logísticas em Luanda (COL), nomeadamente no Pólo Industrial de Viana. A Rangel Angola investiu cerca de 10 milhões de euros na unidade,com uma área total de 12.000m2, capacidade de armazenar 12.000 paletes e realizar 2.500 expedições por dia.

Neste mesmo ano, o Grupo Rangel cruza o Atlântico e chega ao Brasil. Ainda em fase de estudo para uma intervenção ativa no mercado, o Grupo Rangel pretende iniciar serviços Logísticos e Aduaneiros, Transporte Terrestre Nacional e Internacional, e Transporte Aéreo e Marítimo Internacional.

2011
A expansão para os países Lusófonos foi a estratégia adotada pelo Grupo que, no ano de 2011, inicia o seu negócio em Moçambique. O Grupo Rangel oferece serviços Aduaneiros, Transporte Terrestre Nacional e Internacional, e Transporte Aéreo e Marítimo Internacional no país.

2009
Em 2009, o Grupo Rangel depara-se com algumas deficiências na distribuição farmacêutica em Portugal, vendo aqui uma oportunidade, é criada uma nova área de negócio para dar resposta às necessidades nacionais, a Rangel Pharma. Esta nova área de negócio desafiou em muitos aspetos a Direção do Grupo uma vez que o seu transporte carece de muitas exigências, como por exemplo a temperatura de conservação.

2008
O Grupo Rangel cria uma nova área de negócio na tentativa de ir ao encontro das tendências nacionais do transporte de mercadorias, desta forma nasce a Rangel Expresso II, SA.

Neste ano o Grupo investe fortemente na qualidade e modernização dos sistemas de informação já existentes, contando com um parceiro estratégico SAP para o efeito.

2006
Novo Centro Logístico em Aveiro – 2.000 m2

Novo Centro Logístico em Lisboa, no Prior Velho 6.000 m2

Início da internacionalização:
Angola - Rangel Angola Expresso e Trânsitos, Lda.
Espanha - Rangel Logística SL. Novos negócios levaram ao crescimento das mercadorias transacionadas, fazendo com que existisse a necessidade de criar dois novos Centros Logísticos no terrritório nacional, um em Aveiro com cerca de 2.000m2 e outro no Prior Velho com 6.000m2.

2006 é igualmente o ano de expansão internacional para o Grupo Rangel, iniciou portanto as suas atividades em Angola com a Rangel Angola Expresso e Trâsitos, Lda., e em Espanha com a Rangel Logística SL.

2005
No ano de 2005 o Grupo comemora os seu 25º aniversário sob o mote “25 Anos em Movimento”, o crescimento do Grupo é notório, dos iniciais 3 colaboradores, o mesmo passa a acolher mais de 700. É neste mesmo ano ampliado o Pólo Logístico da Maia, sendo construído um segundo terminal com cerca de 5.000m2.

Dando continuidade à certificação das empresas do Grupo, em 2005 foi a Rangel Expresso/Fedex que recebe a Certificação ISO 9001:2000.

2004
Com a crescente exigência de certificados de qualidade nas empresas prestadoras de serviços por parte dos Parceiros, o Grupo inicia a Certificação dos sistemas de Gestão da Qualidade ISO 9001:2000, distanciando-se das suas concorrentes diretas. A Rangel Transitários SA é a primeira empresa do Grupo a obter a certificação.

2003
Com a Holding criada anos antes, o Grupo Rangel opta pela mono marca refrescando, desta forma, a sua imagem no mercado. É criado um logótipo transversal a todas as empresa, pensado nos valores e missão das empresas enquanto Grupo. Neste mesmo ano e devido à nova abordagem no mercado, a marca Roquette Agentes Transitários, SA é absorvida pela Rangel Internacional Aérea e Marítima, SA.

Com a crescente angariação de novos Clientes, o Grupo sente necessidade de criar novas instalações no Montijo com dois pólos, um de 15.000m2 e outro de 9.000m2.

O ano ficou igualmente marcado pela renovação de contrato entre a Rangel Expresso e a FedEx até 2010, graças ao bom trabalho desempenhado nos anteriores.

2001
O Grupo Rangel inicia mais uma grande parceria, é criada a Calsina Carré & Rangel Logística, um Projeto Lear com cerca de 5.000 m2.

2000
Na transição do século, o Grupo Rangel define um plano estratégico para o futuro: consolidar um grupo de logística integrada, passando a ser cada empresa um centro de exploração autónoma com uma gestão concentrada. A anterior Eduardo Rangel, Lda. altera a sua denominação social para Rangel Invest, SA, tornando-se a Holding do Grupo. Com esta nova estratégia, o Grupo implementou uma gestão comum às diferentes empresas, bem como os órgãos de suporte ao negócio.

O centro logístico, anos antes transferido para Trajouce, sofreu uma expansão de mais de 5.000m2 permitindo um aumento substancial de mercadoria transacionada. Neste mesmo ano, o Grupo adquire a empresa Internet Provider-Zipnet, empresa dedicada ao alojamento de domínios.

1999
No ano de 1999 surge a importante oportunidade de trabalhar com a FedEx, empresa americana líder mundial no serviço expresso courier. Embora já trabalhasse em vários países da Europa, a FedEx decidiu nomear um parceiro para atuar em Portugal. A larga experiência e cobertura nacional eram dos fatores mais importantes para a seleção, deste modo a FedEx escolheu a Rangel como futuro parceiro, nomeando-a GSP (Global Service Participant). Na tentativa de responder mais eficazmente às necessidades das empresas, cria-se a Rangel Expresso, centrando a sua atividade exclusiva para os envios urgentes FedEx.

Neste mesmo ano, o Grupo Rangel decide investir numa maior cobertura da rede em todo o território nacional. Assim, comprou a empresa Roquette Agentes Transitários SA, que pertencera ao Grupo Tabaqueira. Com esta aquisição o Grupo Rangel passa a estar presente nos arquipélagos dos Açores e da Madeira. No mesmo ano decide abrir uma filial na Covilhã passando a estar representado nos principais centros económicos do território nacional.

1998
Pela primeira vez na história, Portugal recebe a Exposição Mundial – Expo98. O Grupo Rangel vê a grande oportunidade de ser um interveniente ativo na mesma e ganha, em concurso público, a operação logística. É nomeado Operador Logístico Oficial da Expo 98 e fruto desta enorme experiência e sucesso, cria a empresa Feirexpo, uma empresa cujo seu core é a logística e transporte de feiras, exposições e obras de arte.

1995
O contínuo crescimento positivo do Grupo levou à necessidade de concentração de todos os serviços e colaboradores. Desta forma o Grupo transfere-se das instalações do Porto para um espaço de 6.000m2 na Maia, e em Lisboa transfere-se para Trajouce no Cacém, para umas instalações de 10.000m2.

1993
O sentido empreendedor do fundador do Grupo, levou a que no ano de 1993 tenha sido criada uma empresa que fosse ao encontro das necessidades nacionais, nasce desta forma a Rangel Distribuição e Logística. A nova empresa entrou no mercado com base numa nova filosofia que acrescentaria valor a todo o Grupo, oferecer serviços integrados através de uma cadeia de distribuição e logística.

1991
A necessidade de crescer era contínua e, por isso, Eduardo Rangel decide diversificar os serviços já oferecidos, nasce assim a oferta de transporte de mercadorias via aérea e marítima. O Grupo que na década anterior começou a sua atividade somente no Porto, começa por cobrir o território nacional. Neste mesmo ano o Grupo Rangel abre instalações em Lisboa e Leiria, seguindo-se a filial de Aveiro um ano depois.

1990
No início da nova década, existe uma evolução natural das empresas singulares de Eduardo Rangel, para a criação de um Grupo. Nasce então o Grupo Rangel, contando com as 3 empresas fundadoras, Eduardo Rangel LDA, Eduardo Rangel Despachante Oficial e Rangel Transitários. Assiste-se desta forma à formação de um Grupo que permaneceu em sentido crescente ao longo dos anos.

1988
Acompanhando sempre as tendências europeias, participou em diversos cursos que se direcionavam para a nova realidade na Europa. No ano de 1988, participou numa conferência em Bruxelas que contou com as Direções Gerais das Alfândegas de todos os países, a Comissão Europeia e Associações Empresariais. Após a mesma verificou que os próximos anos seriam de mudança profunda nas trocas comerciais entre os países, já que os países nórdicos e os da Europa Central defendiam vivamente a necessidade de existir a livre circulação de bens. Exigiam um espaço único, sem fronteiras. Ao verificar todas as tendências futuras, Eduardo Rangel sente a necessidade de diversificar o seu negócio, com uma equipa de 50 colaboradores, decide criar a Rangel Transitários, empresa dedicada ao Transporte Terrestre Europeu.

1987
Eduardo Rangel sente a necessidade de acompanhar as tecnologias já utilizadas em alguns países europeus. Desta forma foi pioneiro ao informatizar o seu escritório de Despachante, tendo o mesmo ligação por transferência de dados à Alfândega. No ano de 1987, Eduardo Rangel estabeleceu pela primeira vez em Portugal, uma ligação via comunicação x25, transferindo dados entre a Alfândega e o seu escritório, na altura um dos maiores do país. Portugal aproximava-se desta forma aos restantes Países da Europa com melhores práticas informáticas nas Alfândegas.

1986
Fruto da sua paixão por aquela que seria a presente realidade europeia, Eduardo Rangel publica um livro sobre a legislação Europeia e a Legislação Nacional. O Livro gerou alguma controvérsia na medida em que a maioria da população não acreditava na solução “Mercado Único Europeu”.

1983
Após ter conseguido a licença de Despachante Oficial, Eduardo Rangel decide criar uma nova empresa complementar à já existente, a Eduardo Rangel Despachante Oficial, tornando-se a empresa especialista nas atividades aduaneiras.

1980
Em setembro de 1980, Eduardo Rangel cria a sua primeira empresa tendo como base toda a experiência demonstrada enquanto Chefe de Exportação num dos principais escritórios Despachantes na Alfândega do Porto. A empresa Eduardo Rangel, LDA, dedicada à atividade transitária, estava oficialmente sediada na Rua da Restauração na Cidade do Porto, iniciando a sua atividade com uma equipa de apenas três pessoas e com um capital social de 100 Mil Escudos.





Política de Privacidade   |   Sugira este Site   |   Adicione aos favoritos   |   FAQs       desenvolvido por Seara